Menu

Grupo armado atira contra policiais em Ponte Nova

Indivíduos armados efetuaram disparos contra policiais militares, durante a madrugada de sábado (12), na cidade de Ponte Nova.

Por volta da 1h, a Polícia Militar recebeu informações de que estaria ocorrendo disparos de arma de fogo na Rua José Pedro Dias, próximo à escadaria da Rua Carlos Pinto, no bairro Triângulo.

 

 

De imediato, militares compareceram ao local dos fatos para averiguar a situação. Um policial se posicionou no topo da escadaria da Rua Carlos Pinto e a viatura do Tático Móvel deslocou até o início da Rua José Pedro Dias.

Em determinado momento, militares avistaram entre seis a sete indivíduos. Ao perceberem a presença policial, eles subiram correndo a escadaria, sendo que o PM que estava posicionado no topo da mesma percebeu que três deles estavam com armas de fogo em punho.

Foi dada ordem de parada para os suspeitos, contudo eles desobedeceram e um deles efetuou um disparo em direção ao PM, que não revidou a injusta agressão, pois seus companheiros estavam na parte de baixo da escadaria. Os autores então entraram em um beco adjacente a escadaria.

A perseguição prosseguiu e os militares perceberam um cidadão sobre uma laje. Ele efetuou um disparo de arma de fogo em direção a equipe policial, que revidou a injusta agressão. Os autores prosseguiram na fuga, pulando um muro, que dá acesso ao quintal de várias casas e a Rua José Pedro Dias.

Um dos integrantes do bando foi visto por um policial arremessando uma arma de fogo em direção aos quintais por onde os demais indivíduos evadiram. Ele se entregou, pois havia sido atingido por um disparo de arma de fogo. Autor foi socorrido e encaminhado ao Hospital Arnaldo Gavazza. A arma dispensada não foi localizada.

Durante o atendimento ao médico, ele ficou bastante exaltado e tentou fugir, mas foi contido pelos militares. Em seguida, tentou tomar a arma de um dos PMs, contudo voltou a ser contido e desta vez foi algemado.

O médico de plantão constatou que o infrator foi atingido próximo a escápula, sendo o orifício de saída no trapézio e o projétil ficou alojado sob o couro cabeludo. Ele permaneceu no hospital sob escolta para realização do procedimento médico.

Fonte: Unidade Notícias

Leia mais ...

Notícias Regionais

Brasil e Mundo

Ponte Nova

Colunistas

Serviços

  • Esqueceu sua senha?
  • Esqueceu seu usuário?